um poema que é um convite a embalar à Cidade aos olhos de todos, Elis Regina!

Uma canção para Elis por Luiz Coronel Elis, tua canção sempre me diz: importa ser verdadeiro muito mais que ser feliz. Havia pássaros e sinos em tua voz cristalina. Bravos gestos de guerreira, frágil corpo de menina. Ainda te escuto nas ruas pelas tardes de neblina. A tua voz continua oh, minha estrela sulina. Oh, madrinha dos aflitos, oh, bizarra bailarina, agora brilhas mais longe mas tua voz me ilumina. Veludo, pétala e faca a tua voz não termina. Cantar é abrir viveiros oh, minha estrela sulina. Vidráguas a mais Cultura nas Praças, Poeta!, obrigada pela lembrança carinhosa e parabéns por mais este feito Cultural, onde a Canção ecoa… E Caros Amigos, para brindar este encontro poético-cultural um convite: O Prefeito de Porto Alegre,...

Leia Mais

um abraço amigo a Vidráguas e Maddox na semana de Porto Alegre

Alô, Carmen! Comemorando a semana de Porto Alegre, esse ano resolvi fazer algo diferenciado, a relembrar uma imensa população dessa cidade que nunca é mencionada e lembrada, apesar de estarem visualmente estampadas nas nossa caras. Além de compartilhar nossas casas, encontramo-os nas ruas a todo momento. Falo dos cavalos a puxar diariamente aquelas carroças sobrecarregadas, dos gatos e cachorros famintos que nos comprimem o peito e nos deixam frustrados pela nossa impotência em não podermos auxiliar a todos. Porém destilando este lado triste, vai aqui um poema representativo dedicado aquele fiel amigo e adorado cachorro, incumbido nessa obra de lembrar essa população esquecida, sempre presente em nossas vidas, de uma forma ou de outra. Abraços...

Leia Mais
Untitled Document
Home | PhotoPoemas | Clube de Leituras | Projeto Vidráguas | Publicações | YouTube | Contato

Tivemos 9.981.557 visitas desde 14/01/2009
Todos os direitos reservados. Copyright ©
Analista de Sistemas Rúbia Formigheri

Rua Francisco Ferrer, 441/507.
Rio Branco - Porto Alegre / RS
Telefone (51) 3392 3727