Hoje, lendo o poema Exercício de Antonio Olinto…

Para iluminar o dia, a vida, exercito-me com um poema de Antonio Olinto. Que poeta! EXERCÍCIO É preciso aprender tudo Novamente Dar o primeiro passo outra vez Pegar roupas sem nome ainda Num tateio Enfiar as meias no pé direito Depois no esquerdo Calçar os sapatos Como é difícil calçar os sapatos Colocar um pano sobre o sexo Cobrir o peito Num longo reaprendizado Até que a mortalha caia perfeita E consigas reconhecê-la No grito da criança Rompendo livre o escuro ventre Puxando o cordão preso no umbigo Aprender de novo usá-lo No pulo da brincadeira A cada morte é preciso Abrir-se em Renovado renascimento. OLINTO, Antonio ( 1919 – 2009). In: 50 poemas escolhidos pelo autor. Rio de Janeiro: Edições Galo Branco, 2004....

Leia Mais
Untitled Document
Home | PhotoPoemas | Clube de Leituras | Projeto Vidráguas | Publicações | YouTube | Contato

Tivemos 9.904.822 visitas desde 14/01/2009
Todos os direitos reservados. Copyright ©
Analista de Sistemas Rúbia Formigheri

Rua Francisco Ferrer, 441/507.
Rio Branco - Porto Alegre / RS
Telefone (51) 3392 3727